Migração para HTTPS: Cuidados e Resultados

Migração para HTTPS: Cuidados e Resultados

Migração para HTTPS: Cuidados e Resultados

O Google forçou a mão e muitos sites fizeram a migração para HTTPS, mas existem ganhos reais nos resultados de busca?


HTTPS, Segurança e SEO

O crescimento da Internet, o uso cada vez mais comum para efetuar transações e trocas de informação em geral fez dela também um alvo para oportunistas mal intencionados.

Cada vez é mais comum a necessidade de cadastros online para obter informação, conteúdo, produtos ou serviços. De uma captura de lead apenas com email, à transações, compras e até assinatura de contratos no meio digital.

Tudo isso é alvo para quem quer roubar informações pessoais: email, nome, CPF, cartão de crédito, endereço, telefone e por aí vai.

Em websites, um passo importante para combater vários desses problemas é o uso do protocolo seguro para transferência de dados, o HTTPS.

HTTP x HTTPS

Historicamente a web funcionou sempre com uso do HTTP, tanto que quando perguntamos por endereços de sites ou quando eles são informados, especialmente verbalmente, essa espeficicação de protocolo é omitida.

Mais ou menos o que acontece com o “www” em muitos casos. Ele está lá, faz parte do endereço, mas nem é mencionado.

Claro que os redirecionamentos tomam conta de levar o usuário para o endereço correto, mas esse protocolo faz diferença.

A adição do “S” significa também à adição de uma camada de segurança aos dados transmitidos entre o seu navegador e o website m questão, quando o seu navegador solicita/recebe os dados, e quando você envia informações ao website.

A implementação dessa camada de segurança pode ser impactante para os resultados em SEO.

Google, SEO e o HTTPS

Em vista de tornar a web mais segura, um movimento do Google fez a maior parte dos websites investir na troca, fazendo a migração para o HTTPS.

Em uma atualização nos resultados de busca e até no Google Chrome, passaria a ser exibido ao usuário uma notificação de “Site não seguro.”

Nos resultados de busca isso poderia afugentar o clique, por mais que o site estivesse na primeira posição na pesquisa. No Chrome, mesmo que o usuário chegasse ao site pela busca ou outro caminho, ele identificaria a informação em baixo destaque de que estaria em uma página não segura.

Neste segundo caso, o impacto seria não apenas em tráfego orgânico e com grande chance de diminuir as conversões no site e recuar a performance de todos os canais, visto que o Chrome é o navegador mais utilizado hoje.

Cuidados e Resultados da Migração

Em termos de SEO, o redirecionamento, obviamente, não pode faltar, mas é apenas 1 dos pontos necessários para garantir uma troca de sucesso do HTTP para o HTTPS.

Outros ajustes no site, configurações no Google Analytics e até o Search Console precisam ser levados corretamente para a migração ser bem sucedida e para se poder analisar os resultados do processo.

Assista este vídeo exlusivo para assinantes da Academia de Marketing Digital e veja quais cuidados você precisa ter sobre a migração para HTTPS, e que tipo de resultados você pode esperar.


Assista Agora ou Assine a Academia!

Ajude a quem quer aprender, compartilhe:

2 Comments

  • Alessandra

    Reply Reply 30/05/2018

    Preciso de um curso online que me ajude a achar as palavras chaves.

    Quero curso que tenha informacao sobre o meu ramo de negocio voltado para melhorar meu RANQUEAMENTO nos buscadores, Agencia de viagens especializada em vendas de pacotes de turismo nacional, internacional e cruzeiro maritimo.

Leave A Response

* Denotes Required Field