Google Lighthouse: Como Analisar a Performance do Site

Google Lighthouse: Como Analisar o Site?

Google Lighthouse: Como Avaliar a Performance do Site

A ferramenta das ferramentas, depois do Google Search Console: Aprenda a usar o Google Lighthouse na Academia de Marketing Digital.


Lighthouse: o Farol na Performance Web

Ao longo do tempo o Google vem melhorando sua abertura de informações acerca dos dados de busca em vista de ajudar pessoas com menos experiência a ter boa performance nas pesquisas, porém sem entregar o “segredo do jogo.”

Este é um ponto de equilíbrio que faz o Google sempre ficar mais na defensiva, mais escondendo informações, compartilhando apenas pontos gerais.

Ser mais claro e específico pode ajudar iniciantes a evoluir mais rapidamente, por outro lado, pode propiciar uma evolução “rápida demais” para profissionais experientes, e até mesmo facilitar que concorrentes cresçam sobre a base do Google.

A falta dessa maior abertura de dados e falta de facilidade para manipulação dessa base se tornou oportunidade para dezenas de outras ferramentas surgirem e ocupar essa necessidade dos profissionais.

Hoje existem várias ferramentas de terceiros para auditoria de otimização on-page, pesquisa e análise de backlinks, análise de conteúdo, do próprio site e até de concorrentes.

Em sua principal ferramenta, o Google Search Console, ele disponibiliza à você muito dos dados do seu site com os quais já é possível conquistar grandes avanços na busca.

Não há praticamente nada a se fazer em relação à concorrentes aí, exceto eventualmente descobrir que há algum backlink para o seu site exatamente a partir de um site de concorrente.

Já o Lighthouse pode trazer um pouco mais de insights sobre concorrentes em suas análises.

Lighthouse: O Farol do Google para a Web

O nome da ferramenta ficou bem harmonizado ao seu propósito.

Em português, Lighthouse é traduzido para Farol, neste sentido, aquela estrutura/construção que fica à beira mar ou próximo a orla e tem por objetivo apontar a direção para quem navega: “Terra à vista!”

O nome encaixa bem com a ferramenta pois ela tenta ser exatamente este farol, apresentando no resultado de sua análise, a direção para que a performance do site melhore.

Se você pensou “é a mesma coisa que o PageSpeed, então!” – errou.

Enquanto o PageSpeed tem o foco em velocidade e facilidade de uso, o Lighthouse vai além.

Veja neste vídeo exclusivo para assinantes da Academia de Marketing Digital como usar o Google Lighthouse para analisar o seu site e também sites concorrentes.

Clique, assine e assista!


Assista Agora ou Assine a Academia!

Ajude a quem quer aprender, compartilhe: