Google Search Console: O que tem de bom?

Google Search Console: A Ferramenta para SEO

Google Search Console: O que tem de bom?

Google Search Console: Aprenda a usar a ferramenta de SEO do Google para conquistar mais resultados para o seu site.


GSC: Google Search Console

Se você trabalha com SEO desde antes de 2015, certamente ouviu falar da ferramenta Webmasters Tools, do Google. Essa ferramenta foi evoluída para um novo estágio em 2015 e ganhou um novo nome: Search Console.

Em 2018, a ferramenta passou por uma nova modelagem, ganhou novos recursos, perdeu outros, mas o mais importante ficou: Continua sendo uma ferramenta de SEO vital para o desenvolvimento de um site.

Sendo do próprio Google, ela traz uma visão bem realista de como os algoritmos e sistemas estão tratando o seu site. Mesmo assim, o Google não entrega tudo e alguns relatórios são limitados.

Outro detalhe também é que você obtém a visão apenas do seu próprio site, ou seja, não é possível analisar concorrentes. De toda forma, ela ainda tem dados e informações de grande valia em seus relatórios e recursos:

Além desses relatórios principais, através do Search Console o Google também mantém as informações sobre problemas críticos do site, as Ações Manuais. Esse tipo de problema tanto é comunicado por email (para o email cadastrado como proprietário), quanto também tem a ajuda disponível ali.

Cadastro e Visão Geral

O mais importante é que essas informações, em alguns níveis até delicadas e particulares ao negócio, não ficam disponíveis livremente, é necessário fazer o cadastro no Search Console.

Com o cadastro e devida validação de propriedade sobre tal site, aí sim você pode ter acesso a esses dados sobre ele e começar a otimizar o site com mais qualidade.

A visão geral que a ferramenta traz já é um bom ponto de partida e já pode apontar possíveis problemas, ou vitórias / crescimento:

Google Search Console: Visão Geral

  • Está conhecendo o GSC agora? Veja na Academia como cadastrar o seu site e dar os primeiros passos no Search Console:

Análise de Performance

Como performance, o Search Console traz as métricas de posicionamento, volume de cliques e impressões, além da taxa de cliques (CTR) para diferentes parâmetros do seu site, como:

  • Palavra-chave;
  • Landing page;
  • Dispositivo;
  • Tipo de resultado (AMP ou outra modificação).

Google Search Console: Performance

Obviamente, o principal aí é a possibilidade de pesquisar e explorar palavras-chave e posicionamento do site, especialmente combinado às páginas, ou até mesmo ao dispositivo.

Lembre-se que em diferentes momentos de interesse, a persona vai fazer diferentes pesquisas e em diferentes dispositivos. Esse relatório de performance ajuda a entender a participação da busca no Google.

  • Veja na Academia como usar o relatório de Performance para otimizar o seu site:

Análise de Páginas e Indexação

Alguns diferentes recursos da versão anterior do Search Console foram combinados na ferramenta para análise de URL (URL Inspection), que agora traz algumas informações de forma bem direta, como o status da permissão para rastrear e indexar a URL (se é possível, ou se há algum bloqueio).

Essa ferramenta também ajuda com a aceleração de indexação de uma página, com a opção de enviar a URL analisada para rastreamento e indexação.

Google Search Console: URL Inspection

  • Veja na Academia como fazer a Análise de Páginas com o Search Console:

Um ponto muito importante também está adicionado nesta ferramenta: a visualização do código fonte que o Googlebot recebe quando requisita a página.

Essa informação é bastante valiosa quando é necessário analisar anomalias na performance do site, como a suspeita de uma penalização ou outra mudança brusca inesperada para tal URL.

Para fechar, e com chave de ouro, a URL Inspection também informa o status mobile da página, se é amigável à dispositivos móveis, ou não.

Mais Recursos do Search Console

Outro relatório que ganhou mais detalhes é sobre os erros no rastreamento de URLs. As URLs ficam categorizadas nos diferentes tipos de erros, o que já ajuda a entender o problema e ter ideia dos passos para resolver.

A organização com os Sitemaps também mudou, ele deixa claro que conhece páginas do seu site que não foram submetidas por um sitemap, o Googlebot simplesmente encontrou.

Essa informação te ajuda a descobrir quanto do seu próprio site existe e pode ser problema, ou oportunidade.

Com a mudança para o Mobile-first index, a prioridade de classificação do site com base em qualidade para dispositivo móvel, os relatórios relacionados também fora aprimorados.

Similar a seção de presença no índice de busca, com o agrupamento de tipos de erros, o mesmo acontece com o grupo de relatórios sobre dispositivos móveis, está fácil visualizar o tipo do erro e ter a pista de como corrigir.

Por fim, algo que de longa data vem perdendo prioridade no Google, o relatório de links internos e backlinks continua ficando para trás em relação ao que ferramentas dedicadas a essa função oferecem.

A relativa vantagem de usar esse relatório no Search Console, versus outras ferramentas, é que ali estão listados todos (ou parte) dos links que o Google de fato encontrou e está usando para determinar a autoridade do seu site.

Recursos Ausentes na Nova Versão?

Talvez para entrar em equilíbrio, algumas funções não estão presentes (ainda) nesta “nova nova-versão” do Webmasters Tools. O que mais chama a atenção é a falta das estatísticas de rastreamento:

  • Páginas rastreadas por dia;
  • Kb de download por dia;
  • Tempo médio de carregamento do site por dia.

Se você não tinha visto esses relatórios na versão anterior, ainda há tempo. São informações interessantes de se acompanhar e podem responder perguntas sobre a performance do site.

É bem interessante observar a relação entre tempo médio x páginas rastreadas.

Ok! Por onde começar com o GSC?

Veja neste vídeo exclusivo para assinantes da Academia de Marketing Digital como cadastrar o seu site, dar os primeiros passos, conferir o que tem de bom e o que ficou de fora do novo Search Console.

Clique, assine e assista!


Assista Agora ou Assine a Academia!

Ajude a quem quer aprender, compartilhe:

Leave A Response

* Denotes Required Field